Indivíduos são presos por furtar de placas e grampos de trilhos e fiação elétrica

7ª RPM/7º BPM
 
Indivíduos são presos pela PM por provocarem PERIGO DE DESASTRE FERROVIÁRIO, furto e receptação de fiação elétrica e materiais ferroviários!
 
No dia 21 de outubro de 2021, por volta das 14 horas a Polícia Militar recebeu informações de que um indivíduo estaria furtando placas e grampos nos trilhos da Ferrovia operada pela empresa VLI.
 
A PM foi informada ainda que uma grande extensão de trilhos ferroviários no trecho próximo à região da Fazenda Monjolinhos e próximo à diversas residências, estavam sem os grampos os quais teriam sido furtados ocasionando desse modo um grave risco de descarrilamento de trens na área urbana de Lagoa da Prata!
 
A guarnição deslocou ao local, e em contato com a equipe de segurança da FCA/VLI, estes informaram aos militares que teriam detido um autor de furto G.J.A., vulgo “B” de 53 anos, que assumiu ter removido as placas de suporte dos trilhos e 03 (três) grampos de fixação destes e que o material estaria sendo vendido para Ferros Velhos na cidade de Lagoa da Prata.
 
Como no decorrer da semana a PM tem intensificado as operações contra ferros velhos que receptam materiais furtados, foi montada uma grande operação com diversas guarnições da PM. Primeiramente as equipes compareceram em um Ferro Velho localizado na Rua Maranhão, e no local foram encontradas diversas placas de sustentação de trilhos ferroviários sendo o dono do local preso imediatamente.
 
Em outro ferro velho na Rua Almirante Tamandaré, foram encontrados placas e grampos ferroviários, além de vasta *Fiação Elétrica*, ainda sem queimar e sem a comprovação de origem e ao que tudo indicava, proveniente de furtos em construções em nosso município. Parte da fiação encontrada foi reconhecida por uma vítima recente de furto em sua obra.
 
O autor do furto e os donos dos ferros velhos foram presos sob os ditames do Crime de Provocar Perigo de Desastre Ferroviário, além do Furto e Receptação de material furtado.
 
O material ferroviário foi restituído à empresa VLI e os autores e os demais materiais entregues à Policia Civil para demais providências!
 
Polícia Militar de Minas Gerais: 246 anos, nossa profissão, sua vida!

 

Robson Moraes

Robson Moraes Almeida, Farmacêutico, Bioquimico, Retratista e Editor do Lagoa da Prata Ponto Com

Escreva um comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Copias desativadas.