Betânia e Embare vão se fundir e devem faturar mais de R$ 3 bi por ano

Juntas, Betânia e Embaré processaram cerca de 1 bilhão de litros de leite no ano passado
Foto: Helene Santos
 

A empresa cearense Betânia e a Embaré, dona da marca Camponesa, vão unir suas operações e resultar em uma empresa com faturamento acima de R$ 3 bilhões por ano. As informações são do Valor.

A nova gigante do setor deve disputar com a suíça Nestlé o segundo lugar entre as maiores captadoras de leite do País. A Bela Vista, da marca Piracanjuba, é a líder nesse quesito.

O acordo deverá ser anunciado nos próximos dias e a concretização dependerá de aprovação do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade). A transação está sendo costurada pelo fundo de private equity Arlon.

Nem a Betânia, nem a Embaré ou o fundo Arlon comentaram o assunto. Juntas, Betânia e Embaré processaram cerca de 1 bilhão de litros de leite no ano passado.

Nova fábrica

A Betânia inaugura nesta terça (5) a sua primeira fábrica de leite em pó e leite condensado do Ceará. Em comunicado à imprensa sobre o novo empreendimento, a empresa disse que a iniciativa “consolida sua posição como a maior indústria de lácteos do Nordeste e uma das maiores do Brasil”.

Fonte: Diário do Nordeste


Robson Moraes

Robson Moraes Almeida, Farmacêutico, Bioquimico, Retratista e Editor do Lagoa da Prata Ponto Com

Escreva um comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Copias desativadas.