Núbia Soares faz índice olímpico no salto triplo para Tóquio

Saltadora brasileira conseguiu a vaga no último dia possível para atingir a marca e ficou a apenas 1 centímetro do recorde brasileiro, que já é dela

Por Marcel Merguizo — São Paulo

Era o último dia, o último campeonato, a última chance para Núbia Soares conseguir a vaga olímpica para disputar os Jogos de Tóquio. E o índice veio, logo no primeiro salto, em Castellón, na Espanha. Núbia alcançou 14m68. O índice estabelecido pela World Athletics no salto triplo é 14m32. Assim, o nome de Núbia estará na lista da CBAT (Confederação Brasileira e Atletismo) que será divulgada nesta quarta-feira.

– Entrei como se fosse competir um Troféu Brasil, um Sul-Americano, porque gosto muito de estar com o pessoal do Brasil. Entrei como se fosse o melhor dia da minha vida. E acabou sendo um dos melhores dias da minha vida. Não deixei de acreditar em nenhum momento. O Ivan também não deixou de acreditar, ele segurou na minha mão e disse: “Você vai fazer, você vai fazer”. Chegamos aqui e fizemos – disse Núbia ao ge, logo após a prova.

Curioso é que, de tanta emoção após atingir a marca, Núbia não conseguiu mais seguir na prova e queimou os dois saltos seguintes que fez. O salto de 14m68, aliás, é apenas um centímetro abaixo do recorde brasileiro, que é da própria atleta mineira.

Aos 25 anos, Núbia Soares vai para sua segunda edição dos Jogos Olímpicos. No Rio, em 2016, ela não se classificou à final da prova do salto triplo. O ciclo para os Jogos de Tóquio foi uma verdadeira montanha-russa para a atleta. Em 2018, o técnico com quem trabalhou boa parte da carreira, Tide, morreu. E ela ainda ficou sem clube no Brasil. Em julho do mesmo ano, na França, fez o melhor salto da carreira, chegando aos 14m69, e se colocou entre as três melhores do mundo. Depois, lesões e problemas físicos a tiraram das competições por um ano. Núbia se mudou para a Espanha, foi treinar com cubano Ivan Pedroso, ao lado da campeã mundial Yulimar Rojas, da Venezuela, mas os saltos não correspondiam às expectativas criadas.

“Nunca deixei de acreditar”


Fonte: https://ge.globo.com/olimpiadas/noticia/nubia-soares-faz-indice-olimpico-no-salto-triplo-para-toquio-nunca-deixei-de-acreditar.ghtml


Robson Moraes

Robson Moraes Almeida, Farmacêutico, Bioquimico, Retratista e Editor do Lagoa da Prata Ponto Com

Escreva um comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Copias desativadas.