Nuvem rara é vista em Lagoa da Prata

Foto de Rafael Douglas Gomes, Lagoa da Prata (MG): nuvem com característica “asperitas” fotografada em 11/12/2017

Rafael Douglas, um dos autores destas fotos, comentou que depois que estas nuvens surgiram veio uma “boa chuva”.

A estranha nuvem foi vista na região da cidade mineira de Lagoa da Prata, na tarde do dia 11 de dezembro de 2017. Muita gente deve ter se impressionado com a forma das nuvens, com seu aspecto dramático e assustador. O que os habitantes de Lagoa da Prata viram e fotografaram foi uma nuvem rara!

O que deu a aparência assustadora foi o aspecto ondulado na base da camada de nuvens. A nuvem que se formou em Lagoa da Prata (MG) era uma “nuvem asperitas“, uma característica especial que as nuvens podem ter e que só em 2017 foi oficialmente reconhecida e catalogada pela Organização Meteorológica Mundial (WMO, na sigla em inglês).

A foto que ilustra a matéria e uma nuvem com a característica “asperitas” que está como referência no Atlas Internacional de Nuvens da WMO, de consulta pública. São mesmo muito parecidas!

Veja a tempestade que se formou naquele dia:


Asperitas é uma característica especial

O nome “asperitas” aparece no conjunto de nomes que classificam uma nuvem para representar uma característica complementar. Foi catalogada oficialmente pela WMO na mais recente versão do Atlas Internacional de Nuvens publicado em 2017.

O que caracteriza uma asperitas é o aspecto ondulado na base da camada de nuvens, mas de forma caótica, sem ter uma organização horizontal. São estas ondulações que dão a aparência de rugosidade quando vemos a base da nuvem e que assusta muita gente.

Analisando a nuvem fotografada em Lago da Prata, na região de Minas Gerais conhecida como Alto São Francisco, podemos dizer que ela pertence ao gênero stratocumulus ou altocumulus, da espécie stratiformis, variedade opacus e com a característica complementar asperitas. Seu nome completo seria: stratocumulus stratiformis opacus asperitas ou altocumulus stratiformis opacus asperitas.

Independentemente do tamanho do nome, as nuvens revelam as transformações do nível de umidade e da temperatura da atmosfera, da direção e de intensidade dos ventos em diversos níveis. Saber ler as nuvens é parte do saber para prever o tempo.

Fonte: Climatempo (Com alterações)

Veja video da tempestade que se formou neste dia!


Veja o vídeo feito por Israel Chaves:


 

Robson Moraes

Robson Moraes Almeida, Farmacêutico, Bioquimico, Retratista e Editor do Lagoa da Prata Ponto Com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *