Polícia procura detentos que fugiram do Presídio de São Joaquim de Bicas

Polícia procura detentos que fugiram do Presídio de São Joaquim de Bicas

Quatro presos escaparam na madrugada desta segunda-feira.

Comissão da OAB diz que número de agentes na unidade é insuficiente


Quatro detentos com idades entre 21 e 36 anos fugiram do Presídio de São Joaquim de Bicas I, Região Metropolitana de Belo Horizonte, na manhã desta segunda-feira.

De acordo com a Secretaria de Estado de Administração Prisional (Seap), eles escaparam da unidade “por transposição de barreiras”. Há informações de que eles usaram uma corda feita de lençóis para escalar o muro.

“As circunstâncias das fugas ainda estão em apuração pela direção-geral da unidade prisional. De pronto será aberto um Procedimento Administrativo para apurar possíveis responsabilidades internas pelo ocorrido”, informou a pasta.

A Seap divulgou as fotos e nomes completos dos foragidos. São eles:

– Daniel Rubil do Santos de Oliveira, 21 anos
– Felipe Lopes de Campos, 34 anos
– Pablo Junio de Laia Pereira, 25 anos
– Wanderson Antônio Martins, 36 anos

A Seap pede que a população repasse informações sobre o paradeiro dos foragidos por meio do Disque Denúncia 181, ressaltando que a denúncia é anônima.

Um relatório da Comissão de Assuntos Carcerários da Ordem dos Advogados do Brasil – Sessão Minas Gerais (OAB-MG) concluído em dezembro de 2018 mostra que Bicas I abriga hoje 2,4 mil detentos e tem um número de agentes insuficiente para atender a demanda.

Segundo o presidente da comissão, Fábio Piló, a unidade tem capacidade para receber 800 presos. “Hoje a situação de Bicas é pior do que no ano passado porque o estado ainda vem colocando mais detentos, não só lá, mas nas outras unidades”, disse.

Questionada, a Seap disse que não informa a lotação de unidades específicas e o número de servidores por razões de segurança. “Ainda neste semestre serão convocados os primeiros candidatos aprovados no Processo Seletivo Simplificado para o cargo de Agente de Segurança Penitenciário. O processo não tem status de concurso e serve apenas para contratos. Por estar em andamento, o resultado ainda não foi divulgado”, disse a Secretaria.


Fonte: Estado de Minas

Robson Moraes

Robson Moraes Almeida, Farmacêutico, Bioquimico, Retratista e Editor do Lagoa da Prata Ponto Com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *