A Lista de Cornos de Lagoa da Prata.

A Lista de Cornos de Lagoa da Prata.

Por Robson Moraes Almeida
robson@lagoadaprata.com

Lagoa da Prata é uma cidade progressista do centro oeste de Minas Gerais, que vive na mídia, até jato de guerra caiu aqui, até conseguiram fazer um desvio no Rio São Francisco…

Tem como principal fonte de renda o comércio, o turismo e as indústrias.

Merecem destaque as indústrias de pelúcias, a de açúcar e álcool, siderurgia e a de doces e caramelos. Recentemente indústrias do ramo de fogos e de calçados tem se instalado na cidade. O turismo é muito importante também por ser considerada uma cidade festeira e por ter uma praia de águas prateadas que veio a dar o nome a cidade. Lagoa da Prata é a terra natal do pentacampeão Gilberto Silva da Seleção Brasileira de Futebol.

Mas… no dia 12 de outubro de 2009 começou a circular na internet a informação que uma comunidade do Orkut tinha uma relação de mais de 100 cornos de Lagoa da Prata.

Esta informação foi repassada muito rápido de pessoa a pessoa e em um dia praticamente toda cidade já sabia do assunto. Então, o criador da comunidade, prevendo problemas, resolveu apagar seu perfil que era falso e a comunidade. A comunidade na época tinha 21 membros. Acontece que os moderadores da comunidade e nem o fundador e nenhum dos membros a restauraram conforme pode acontecer com qualquer comunidade excluída.

O cabeçário da comunidade inicial original tinha os seguintes dizeres: (sic)

“Esta comunidade só foi criada graças ao pleno apoio e colaboração de todos os frequentadores de butekos de lagoa da prata , a todos os rifeiros , donos de oficinas mecanicas , donos de butekos , e tambem muitos outros que não viajam e sabem de todos os casos de BERRANTÕES , sendo eles enrrustidos ou públicos!

VEJA A LISTA ABAIXO !!!

E CONFIRA SE SEU NOME ESTA LÁ”

O link era http://www.orkut.com.br/Main#Community?cmm=95011626 (não existe mais)

A lista tinha 93 supostos traídos. A informação era que se tinham mais de 100 cornos, porém na verdade eram apenas 93. Tinha um erro de numeração onde do 40 pulava para o 50 dando esta impressão de ser mais de 100.

Então começaram a circular duas listas que na verdade eram as mesmas. Uma pessoa que imprimiu a lista teve o cuidado de corrigir esta numeração e imprimir corretamente e divulgar. Outros não tiveram este cuidado de corrigir a numeração.

Mas a lista continuou circulando, pois algumas pessoas salvaram a lista em seus computadores e depois a enviaram na forma de arquivo de texto via e-mail, virou uma praga!

Pouco tempo depois já eram realmente duas listas circulando e na verdade chegaram a três ou quatro.

O assunto era: Soltaram mais uma lista!

Virou palhaçada, alias, já era palhaçada desde o início. Chegaram até a falar que se seu nome não estivesse nas listas que estavam circulando, provavelmente estaria na próxima. Criou-se toda uma expectativa, quando será que vão soltar uma nova lista.

Apesar do dano moral, da calúnia e da difamação que rodou toda cidade, acreditem, a situação só virou caso de polícia semana passada dia 3 de novembro quando apareceram os dois primeiros Boletins de Ocorrência registrados. Quase um mês depois.

Mas até que surgissem estes BO´s os boatos eram a cada dia mais freqüentes com estes assuntos:

  • – Já tem inúmeras representações no fórum!
  • – A delegacia está cheia de Boletins de Ocorrências!
  • – Tem gente oferecendo recompensa!
  • – Tem mulher sendo ameaçada pelos maridos!
  • – Tem mulher com medo de quando o marido chegar de viagem e um monte de outras coisas parecidas.
  • – Tem mulher que já apanhou!
  • – Tem namoro, noivado, casamento que acabou e coisas do tipo.

A delegacia de Polícia de Lagoa da Prata investiga o caso. E já enviou para delegacia especializada de crimes virtuais em Belo Horizonte dados para realização de perícias técnicas para a conclusão da identificação do IP e conseqüentemente a do usuário que criou a comunidade.

Existe uma comunidade no Orkut com um fundador chamado ricardão (sic) porém esta não é a comunidade inicial que gerou todo este problema.

O assunto virou assunto nacional segunda feira dia 09 de novembro onde vários jornais e TVs de grande audiência do Brasil noticiaram o fato.

As investigações continuam no sentido de identificar o criador da comunidade inicial e o que criou outra comunidade logo que a inicial original foi apagada.

O Google mantém, mesmo depois de apagada, informações de loguin do fundador e os IPs do mesmo. Este IP que vai identificar quem colocou a lista na internet (no Orkut).

Box

“O IP identifica um computador na rede mundial de computadores, a internet e pode ser rastreado e identificado facilmente sem muitos problemas. Ninguém consegue ser anônimo na internet.”

As outras listas começaram a circular de mão em mão, não passaram pelo Orkut, e não podem ser rastreadas. Estão sendo investigadas em separado.

Um empresário da cidade foi flagrado pelo sistema de segurança de um banco deixando uma lista em um caixa eletrônico. Este empresário já foi ouvido pela delegada que investiga o caso.

Eu classifico as parcelas de culpa da historia da seguinte maneira.

1 – O criador ou criadores da lista inicial que foi pra internet

2 – O indivíduo que criou a comunidade inicial “Cornos de Lagoa da Prata” no Orkut

3 – O indivíduo ou indivíduos que salvaram a lista da internet e a divulgaram.

4 – O indivíduo ou indivíduos que criaram as outras listas

5 – A população que espalhou as listas sem pensar no que isso causaria para as pessoas.

6 – O indivíduo que recriou a comunidade de novo depois de apagada

Outras questões:

Os indivíduos que criaram as duas comunidades vão ser encontrados, pois com o IP na mão, a polícia acha esta pessoa ate escondido debaixo da cama!

Vamos aguardar a conclusão das apurações.

A população quer uma resposta e a polícia tem competência para descobrir os criadores de todos estes transtornos.

Viva Lagoa da Prata

Tens lindas praias, tem praças

Enfeitadas de jardins em flor

Tens mocidade, tens graça

Tens entusiasmo e valor.

Tu és a cidade que nos traz

Esperança, Amor e Paz

Parte do Hino de Lagoa da Prata por Guiomar Sampaio.

 

Robson Moraes

Robson Moraes Almeida, Farmacêutico, Bioquimico, Retratista e Editor do Lagoa da Prata Ponto Com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *